Como Conseguir um Estágio

download

Você passou no vestibular e tirou aquele peso imenso das costas. Não tem mais medo de deixar seus pais e amigos decepcionados, de ter jogado dinheiro fora com inscrições, etc. Realmente pode parecer que a partir daí, o mais difícil já passou. Mas não é bem por aí. Uma coisa um pouco mais complicada o espera pela frente: arrumar um estágio!

Essa missão pode ser relativamente simples ou não. Se você sabe exatamente o que quer, onde quer e quando quer, já está com meio caminho andado. Por outro lado, se ainda não sabe ao certo que área da profissão seguir, pode acabar se metendo em estágios que em nada vão contribuir para a sua formação.

Mas uma coisa é certa: alguns cuidados básicos devem ser seguidos. E embora possam parecer triviais para a maioria, nem sempre são seguidos pelos candidatos a estágio.

Aparência – Cortar o cabelo e as unhas, fazer a barba, cuidar da higiene pessoal, usar roupas adequadas ao ambiente. Tudo isso é extremamente importante, apesar de muita gente desconsiderar esses conselhos básicos. Nada de chegar para uma entrevista com o cabelo espalhafatosamente pintado, cortado ou afins. Fazer a barba também é importantíssimo, a não ser que a vaga de estágio que você busca seja a de “roadie” (assistente) de uma banda de rock. Higiene pessoal também é uma coisa que deve estar sempre em ordem para todas as coisas que um ser humano se propõe a fazer. Dependendo do lugar em que você for fazer a entrevista, pode não precisar de um traje muito formal. O ideal é perguntar antes que tipo de traje a empresa exige que o candidato use. Mesmo assim, é de bom tom usar uma roupa razoavelmente nova. Roupa desbotada, desfiada e muito usada atrapalha a imagem do candidato.

Relacionamentos – Se você é do tipo que prefere fazer tudo sozinho, não confia nos outros e não gosta de conversar com quem não tenha a sua idade, isso vai ser um problema sério. Saber se comunicar com pessoas diferentes é uma característica importantíssima. Lembre-se. Antes de contratar um profissional, as empresas estão contratando pessoas, seres humanos. Se você não souber conviver socialmente, as dificuldades serão maiores.

Visite uma livraria – Cultura geral e específica é um item muito valioso para os candidatos a um estágio. Esqueça um pouco o computador, a televisão e o rádio e comece a ler um pouquinho mais. Além de obter mais conhecimentos, a leitura desenvolve também a sua habilidade em escrever e falar. Da próxima vez em que pegar um jornal, procure não ler somente o caderno de esportes e o de entretenimento. Dar pelo menos uma lida nas principais notícias dos outros cadernos e nos editoriais é muito importante.

Teste vocacional – Há pessoas que decidem parar uma faculdade após dois anos de curso para entrar em outra. O melhor a fazer nesse caso é ter certeza de estar estudando um assunto que você realmente se interessa e tem aptidão para exercer. Procure conversar com as pessoas da área (professores, profissionais, estudantes) para saber exatamente como funciona o curso e a profissão. As chances de se decepcionar serão menores.

Associações – A essa altura, você deve estar se perguntando: “Mas para conseguir um estágio eu tenho de conhecer alguém, ter uma indicação. E eu não conheço ninguém. Como faço para entrar na minha área?”. Além do vínculo com os professores, um bom caminho é procurar uma associação de profissionais da área desejada. Quase todas as profissões possuem associações. É através delas que a chance de conhecer alguém da área cresce muito. Aproveite !!!

Confiança e auto-estima – Se você não souber do seu potencial, não conseguirá passar para o entrevistador quem é você. Busque conhecimentos, troque idéias, pergunte, vá atrás de tudo o que achar importante. Dessa forma, você vai se sentir mais preparado e vai acabar sentindo-se confiante para conseguir o estágio. Quem não sabe se promover não é escolhido. Imagine a situação: você é abordado por um vendedor de livros. Após a troca de algumas palavras, se interessa em comprar um produto. Mas o vendedor não sabe que tipo de livro ele vende, que gênero, o preço, etc. Você acaba desistindo de comprar, não é? A mesma coisa acontece com o entrevistador. Quando ele analisa o seu currículo e o seleciona para uma entrevista, ele está interessado na sua contratação. Se você não souber convencê-lo, não apontar as suas qualidades e conhecimentos, provavelmente não vai conseguir o estágio. Em resumo, você, mais do que ninguém, tem de saber fazer seu marketing pessoal, ou, em outras palavras, “vender seu peixe”.

Ana Lúcia de Oliveira Mattioli
Psicóloga e Consultora em Recursos Humanos na empresa NAPE – Núcleo Assistencial Para Estágio

Os comentários estão encerrados.